A notícia é motivo de alegria para 10 entre 10 corruptos na Paraíba. Fonte revelou ao blog na manhã desta quarta-feira (02) que há nesse momento um enorme risco da Operação Calvário ser encaminhada para a Justiça Eleitoral. 

Conhecida pela morosidade e pelos incontáveis casos que resultaram em impunidade, a possibilidade de enviar a investigação da Operação Calvário para a Justiça Eleitoral no caso o TRE/PB, provoca pânico na Força Tarefa da Calvário no Gaeco/MPPB.

Juiz com viés de esquerda?

Outro fato que acabou caindo como uma bomba nas últimas horas é o fato do juiz, juiz Giovanni Porto (5ª Vara Criminal), aparecer entre os juristas que assinaram manifesto contra o Impeachment da ex-presidente, Dilma Rousseff (PT).

Confira: https://une.org.br/noticias/manifesto-dos-juristas-contra-o-impeachment-ou-cassacao-de-dilma/

O juiz Giovanni Porto agendou para o dia 11 de novembro a audiência de instrução e julgamento da ação penal em que o ex-procurador Gilberto Carneiro foi denunciado pelo Gaeco de ter, supostamente, cometido o crime de peculato.