Há alguns dias, o Gaeco revelou que, somente no esquema fraudulento infiltrado na Cruz Vermelha gaúcha, desbaratado pela Operação Calvário, foram desviados na forma de propina nada menos do que R$ 200 milhões, durante os oito anos do governo Ricardo Coutinho. Trata-se, meu caro Paiakan, de uma fortuna em qualquer local do mundo, ainda mais num Estado pobre como a Paraíba.

Esse dinheiro representa a soma do orçamento de mais de 150 municípios da Paraíba. Daria para construir pelo menos 10 novos hospitais regionais no Estado. Daria para instalar pelo menos uma centena de UPAs (Unidade de Pronto Atendimento). Daria para reformar todas as escolas da rede estadual e reconstruir todas as mais de 300 unidades que foram fechadas pelo ex Ricardo Coutinho.

Então, uma pergunta se impõe: quem se apropriou dessa impressionante montanha de dinheiro? Com quem está essa propina tamanho família? O cidadão contribuinte que pagou a conta desse roubo colossal tem o direito de saber com quem está o dinheiro.