Vem de Brasília a informação de que o Ministério Público da Paraíba poderá receber em, em breve, uma inspeção do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público). Até onde o Blog pode apurar, divergências internas no MP do Estado poderiam estar comprometendo o andamento de algumas operações, especialmente da Calvário e Xeque-Mate.

Há também a suspeita de que forças externas estariam atuando junto a setores do MP, também com o objetivo de frear o curso das investigações, especialmente a partir da delação da ex-secretária Livânia Farias que, inclusive, já resultou no desvendamento do escândalo do Propinoduto. Esses abalos sísmicos teriam sido captados pelos sensores do Conselho Nacional.

O fato é que, apesar de informações extra-oficiais indicarem que as investigações já chegaram a vários figurões, há meses, não há mas operações no âmbito da Calvário.