O deputado estadual Cabo Gilberto, do PSL, denunciou nesta sexta-feira, 24, na Assembleia Legislativa da Paraíba, que estariam sendo desviados recursos financeiros destinados para calçados e boinas da Polícia Militar.

Ele contou que durante os oito anos de Polícia Militar (PM) chegou a receber, somente, um par de calçados exigidos para o exercício da profissão.

– Eu recebi um coturno apenas. Cadê os outros? Para o meu bolso? Para o teu? Então, alguém tem que pagar isso aí. O governador João tem que fazer feito a ordem, pegar esse dinheiro que é gasto e colocar no contracheque do policial, para que ele mesmo as comprem, como é feito nos outros Estados – opinou o deputado.

Ele disse que a informação é que desde 2011 até 2018 as compras em excesso teriam sido realizadas. Cerca de um milhão de boinas teriam sido compradas para os policiais em exercício.

– Para onde foi esse dinheiro? E essas boinas? – indignou.

A segunda versão, apresentada pelo coronel Paulo Sérgio, que é existe uma divergência de informação.

– O que existiu foi uma compra de 22.800 boinas, no valor de R$ 844 reais. De 2011 para cá, o que houve, na verdade, foi um aumento da qualidade do material oferecido aos nossos policiais militares – esclareceu o coronel.

Ele disse que existe um critério para que seja ofertado o material ao policial militar, oferecendo o que existe de melhor. Atualmente, a boina utilizada pelo policial militar paraibano é de origem francesa.

– As nossas portas estão abertas, para verificar a nossa distribuição de material para os batalhões. Todo policial recebe tanto munição como fardamento, e buscamos oferecer o que existe de melhor – concluiu a autoridade.